Palavra do Pastor

Dezembro 5, 2017 Sem comentários »

Prezados irmãos e irmãs, finalizando mais um ano, queremos agradecer a Deus, todas as graças recebidas ao longo de 2017. Estamos também vivenciando, como Igreja, o Tempo do Advento. Tempo este que nos prepara para a Solenidade do Natal do Senhor. Para nós, cristãos, esta celebração que nos une, é mais do que um momento para trocar presentes, pintar a casa, comprar móveis novos e renovar o guarda-roupa. O Natal é um grande mistério de amor, porque Deus não deixou a humanidade à mercê de sua própria sorte, por causa do pecado, ainda assim, Deus amou tanto o mundo que enviou o seu Filho único. Para todo aquele que nele crê, não pereça, mas possua a vida eterna. (João 3:16)
Viver o Natal, celebrá-lo em nossa vida, deve nos levar a contemplar a face do Menino-Deus na história e no tempo, perpetuando este mistério de amor em nossa vida. No coração da Noite Santa, Ele nasce e arma a sua tenda em nosso meio: E o Verbo se fez Carne e habitou entre nós!
Quão frágil se apresenta. Pobre, humilde e pequeno: Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração. Sua pobreza nos faz refletir, o quanto o mundo tem se distanciado Dele e do próximo. Ele se fez pobre para nos enriquecer com a sua pobreza. Sua pequenez nos faz refletir, que para sermos grandes, temos que nos fazer humildes. Entre vocês não devem ser assim. Quem quiser ser o maior seja o ultimo e o servo de todos.
Sua pequenez nos faz refletir que a grandeza está mais em amar do que ser amado. Mais em servir do que ser servido. Diante do peso dos nossos fardos diários, corremos o risco de nos esquecermos do Sagrado, priorizando falsas seguranças e consolações passageiras. VOLTEMOS para o Senhor, enquanto pode ser encontrado, pois Ele é amor, paciência e perdão. CUIDEMOS mais uns dos outros, que muitas vezes, mendigam nossa atenção, amizade e amor. Como nos diz um canto de comunhão: Entre nós está e não o conhecemos. Entre nós está e nós o desprezamos. OLHEMOS com atenção os que sofrem, pois de fato Jesus se faz presente neles. Eu tive fome e me destes de comer (Mateus 25:35).
Aproveito este momento tão especial, para agradecer as Comunidades, Pastorais e Movimentos, que ao longo deste 2017, trabalharam com entusiasmo, procurando fazer de nossa Paróquia, um lugar de unidade, de amor e paz. Por meio da visita pastoral, deste ano, visivelmente, comprovamos, que esta Comunidade de Nossa Senhora do Livramento, busca ser uma Igreja Samaritana, uma Igreja em saída, que acolhe ama e perdoa, comprometida com o apelo do Papa Francisco, que na terra, faz às vezes de Cristo. Quem vos ouve a mim ouve, diz Jesus, com pastores com cheiro de ovelhas.
Quantos desafios, meus irmãos e irmãs, vemos diante dos nossos olhos! Mas tenhamos a certeza que, alicerçados na Rocha que é o Cristo, produziremos muitos frutos e cumpriremos nossa missão de batizados. Que a gloriosa Senhora do Livramento, derrame sobre nós, seus filhos e filhas, sua materna proteção.
FELIZ NATAL, SORRIA MEU IRMÃO, MINHA IRMÃ, POIS O MENINO DEUS VEM HABITAR TEU CORAÇÃO! DEUS TE AMA!

Pe. André de Vasconcelos Martins
Pároco

Assunto Relacionado

Comente